Buscar
  • Maurício Lopes

Curva S ao alcance de todos – parte 2

É importante que seja interpretado correta e rapidamente como se comportam os avanços da curva S. Conforme já abordado anteriormente a curva S apresenta de forma acumulada a evolução física do empreendimento e portanto, a partir das análises na data de avaliação podem ser obtidas informações importantes.

  1. A curva informa paralisações em determinadas atividades

Observando uma atividade específica da obra pode-se observar que ela esteve sem evolução num período específico. A curva S permite esta avaliação ao contrário de um cronograma, que com tantas linhas não fica clara esta visualização.




O mesmo vale para uma curva S específica de uma área, pavimento, trecho, etc., onde se pode ver a paralisação. Essa informação visual é de tamanha valia, já que pode sinalizar os impactos em prazos.




  1. Tendência para o término do empreendimento

A comparação das curvas de avanço físico prevista e realizada permite que também se visualize uma tendência para o término da obra / empreendimento.

Na figura abaixo pode-se observar que, traçando de forma rápida uma reta que dá sequência a curva realizada até atingir o percentual de 100%, informa o final previsto. A reta a ser traçada é uma média da curva realizada até então. Claro que tal mecanismo é pouco detalhado e tampouco baseado em números, mas indica uma tendência final. E pasmem, os resultados informados, em casos reais, não fugiram muito do término real. Portanto, como análise instantânea tem sido importante na análise geral.




  1. Os impactos de tentar recuperar o atraso na curva S

O descolamento entre a curva prevista e a curva realizada e que muitos chamam da boca do jacaré abrindo, guarda situações além da tendência de atraso da obra, atividade ou mesmo de uma área. Novamente pode-se de forma simplista traçar na curva uma reta do último ponto realizado até o ponto do final previsto da obra. Esta reta é caminho necessário que a curva deve fazer para que atinja o pinto previsto.



Verifica-se que quanto mais a reta tem o seu ângulo próximo do 90° maior será o esforço despendido para terminar a obra, atividade ou área na data prevista. Mais mão de obra deverá ser utilizada, mais recursos financeiros devem ser empenhados para cumprimento do prazo. Portanto, os atrasos não podem ser recuperados sem que haja impactos significativos de custos e muitas vezes da própria qualidade. Na melhor das situações, mas não comuns, pode-se chegar à conclusão que o planejamento inicial não foi correto e que realmente a curva S tinha um comportamento diferente.





  1. Análise da evolução da atividade ou área específica no empreendimento

Ao final da obra ou do empreendimento, desde que o acompanhamento da curva S tenha sido feito completamente, é possível verificar como se comportou o andamento da obra / empreendimento em geral, mas mais especificamente as atividades e áreas específicas.

Na figura abaixo, referente a curva S de uma área específica, pode ser observado que o andamento real fugiu do inicialmente planejado.





O exemplo da figura acima, refere-se a um trecho específico de uma obra de duplicação de uma rodovia. A previsão conforme o gráfico é que se trabalhasse primeiramente na terraplenagem (primeira linha), após seria a execução de reforço de subleito, sub-base, base e primeira camada de pavimentação (segunda linha) sequencialmente e após uma paralisação seria executada a camada de rolamento (terceira linha). O que efetivamente ocorreu foi inicialmente a terraplenagem (primeira linha), uma paralização antes da execução do reforço de subleito e sub-base, ocorrência de mais uma paralisação dos serviços e retomada para a execução da base e as duas camadas de pavimentação.

Este desenho da curva real pode e deve ser utilizado para auxiliar no planejamento de projetos similares. Com a velocidade impressionante das informações geradas, principalmente em obras e empreendimentos, as ferramentas de cunho visual permitem um maior entendimento, permitindo agilidade na tomada de decisões. A curva S sendo bem elaborada, planejada e acompanhada é uma dessas ferramentas.



O planejamento, o acompanhamento e a gerenciamento das obras e empreendimentos desenvolvido pela M2L tem a curva S de avanço físico como uma de suas ferramentas.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo